Elvis 1956


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

encontro de fás de elvis em ribeiráo preto

Tributo reúne fãs de Elvis Presley neste sábado

Mais de 300 admiradores do Rei do Rock são esperados a partir das 20h

Resultado de imagem para elvis 1976

Ele morreu (ou não) há 34 anos, mas seu estilo e músicas se perpetuam pelas gerações. O dia da morte de Elvis Presley é 16 de agosto, data em que fãs de todo o mundo rendem homenagens ao Rei do Rock. Em Ribeirão Preto, o tributo completa dez anos em 2011 e acontece neste sábado (13), às 20h, no espaço La Maison.
Para esta edição, o evento traz o título “Uma Noite no Hawaii”, em referência ao show transmitido para todo o mundo que o astro fez em 1973. “Resolvemos adiantar porque é o dia em que as pessoas podem ir”, diz o idealizador da festa, Antonio Fernandes Batista, 59 anos, mais conhecido como Tony Elvis, que gerencia a Pelvis Discos, loja de artigos musicais existente há 16 anos, na Rua Duque de Caxias, que se tornou ponto de encontro dos fãs de Elvis.
A paixão pelo ídolo norte-americano começou na infância, através do cinema, quando Batista ainda morava na cidade natal, Serrana. “Quando eu era criança vivíamos na roça, mas íamos às matinês de Serrana, não saíamos do cinema”. O primeiro filme que Tony viu foi “Prisioneiro do Rock”, em 1960. “A gente viu o cara no cinema, aquele jeito de cantar nos cativou e até hoje cativa os mais
Imagem relacionada

jovens”, comenta.
O tributo que vai reunir imitadores e fãs de Elvis é apenas uma das evidências dessa admiração antiga. Em seu sebo, Tony acumula mais de oito mil LPs do roqueiro à venda. Em casa, os artigos de colecionador somam pelo menos 200 DVDs e mais de 300 CDs. Tanta admiração que se estendeu para os filhos do comerciante. Um deles, de 20 anos, inclusive se chama Daniel Elvis Batista. “Foi uma homenagem”, conta.
Com direito a telão e sorteios de camisetas, o evento programado para acontecer às 20h reunirá quatro cantores especialistas no ícone da música mundial. Três de Ribeirão, Flávio Nucci, Gustavo e José Carlos, e um de Porto Ferreira, Josué. A expectativa é de que mais de 300 pessoas compareçam. “No começo era 40, 50 pessoas que iam. Mas com os anos foi aumentando. É para quem realmente gosta de Elvis”, explica Batista.
Fã desde 1976, quando o ídolo já estava na fase final de sua carreira, Flávio Ricardo Fabrício Nucci, 43 anos, vive sua admiração no dia-a-dia pessoal e profissional. “A primeira vez que vi Elvis foi em um programa de TV. Era um show dele. Achei super legal. Era um artista completo, diferente dos que existiam na época”, afirma Nucci, que desde 1992 faz cover do ídolo.
A paixão se tornou atividade profissional por incentivo de um amigo de Bauru, músico e cover, que o convidou para as primeiras apresentações. “Estávamos em um churrasco quando ele me convidou para cantar umas músicas do Elvis e o pessoal achou divertido”, lembra o investigador de polícia aposentado, que cita American Village, “com uma letra muito profunda” e Bridge Over Troubled Water como algumas de suas canções preferidas. “Ele morreu materialmente, mas um artista somente morre quando é esquecido”.
Desde que se entende por fã, Flávio faz de tudo para melhorar suas performances de palco. Fez aulas de técnica vocal, possui quatro vestimentas especiais, além de uma réplica do violão de Elvis e já visitou a mansão do ídolo, em Memphis, nos EUA. O próximo passo é fazer uma cirurgia para afinar o nariz, avaliada em R$ 5,5 mil, para ficar ainda mais parecido com o rei. “Estou fazendo minhas economias”, disse.

Imagem relacionada

ServiçoUma Noite no Hawaii - Tributo a Elvis PresleyLocal: La Maison (Rua Olavo Bilac, 1.180, Centro – Ribeirão Preto)
Data: 13 de agosto (sábado)
Horário: 20h
Ingressos: R$ 15
Informações: (16) 3289-2366

Nenhum comentário:

Postar um comentário