Elvis 1956


domingo, 6 de julho de 2014

ELVIS PRESLEY E SEU CORAÇAO GENEROSO




Existem muitas documentações de doações generosas para a caridade e muitas organizações que ele ajudou ao longo dos anos.
No entanto, aquilo que muitos não sabem, é que existem centenas de histórias de sua generosidade que nunca foi alardeada pela mídia.

Elvis nunca esperava um sorriso em troca.


Tony, 10 anos.

Tony,de dez anos e que recebia tratamento de cancro em Memphis, viajou para sua casana Flórida, foi quando Elvis ouviu falar nele.
Elvis enviou cartas e fotos, lembra a mãe de Tony dias antes de seu filho perder a batalha para a doença. Foram os telefonemas que ele recebeu de Elvis que o animaram nos últimos dias.
 
 

Menina indiana

Houve também a pequena menina indiana cuja família se acidentou de carro a caminho de Russwood's Park para um concerto de Elvis em Memphis.

Elvis visitou ela no hospital e lhe deu o estímulo necessário para ela ficar bem.
 
 
Karen

Existe a história de Karen, a menina com paralisia cerebral, que se tornou um fã através da sua enfermeira, Lena Canadá.

Karen e Elvis foram amigos até à sua morte na idade de dez em 1963.A sra. Canadá foi incentivada a escrever um livro sobre a amizade de Elvis e Karen.

O livro inspirou o filme 1980 "tocados pelo amor", no qual atriz Diane Lane interpreta Karen e Deborah Raffin interpreta Lena.
 
Duas meninas empobrecidas, e fãs de Elvis da Inglaterra que estavam no E.U.A., perderam inesperadamente seus pais.Elvis ouviu falar sobre a tragédia e discretamente arranjou o funeral e transporte para elas voltarem para a Inglaterra.

Mais tarde, quando tentaram fazer o pagamento da dívida para Elvis, ele se emocionou e disse que ninguém jamais havia tentado lhe pagar algum empréstimo e recusou o dinheiro delas, dizendo-lhes a iniciativa delas foi mais que suficiente.


Garçonete

Na década de 1970, Elvis freqüentava o restaurante Four Flames , localizado a apenas a 15 minutos de Graceland.

Elvis normalmente ia lá mais para relaxar e desfrutar da atmosfera do que comer. Enquanto saboreavam lentamente uma baunilha ou um refrigerante, Elvis assistia as pessoas que entravam no restaurante.

Uma vez em um jantar ele realmente comeu ao longo de um par de horas.

Não importava o que Elvis consumisse, o proprietário do restaurante nunca deixáva Elvis pagar a conta.


Para compensar o "prejuízo" do dono do restaurante, , ele deixou para garçonete uma nota de $100,00.
 
Em janeiro de 1959, Elvis fez visitas aos doentes de paralisia infantil em especial a um menino de 6 anos, Stephen Marquette, em um hospital de Frankfurt.
 




a baixo uma foto da campanha publicitaria feita por Elvis Presley contra a poliomielite em 1955




Presley era conhecido pelo seu bom gosto por jóias únicas.

Um homem chamado Perry e seus amigos estavam na primeira fila em Asheville em 1975, naquela noite aguardando o inicio do show.

Elvis fez uma pausa e lançou uma guitarra Gibson que ele usada para a platéia na primeira fila.

Perry e o cara ao lado pegaram a guitarra. Eles se revezavam tocando com ele.

"Embora o outro rapaz estivesse com a guitarra, eu acho que Elvis queria que eu a tivesse em minha mãos.", diz Perry .

"Depois de algumas canções, minha esposa derrepente me cutucou e disse:

" Elvis está acenando para você chegar ao palco. " Bem, eu olhei para cima e subi ao palco para apertar as mão dele, e para minha surpresa absoluta, ele estava tentando colocar este anel no meu dedo mindinho."

"Apanhei-o para pô-lo no meu dedo enquanto eu tremia como uma folha. Eu, então, voltei e sentei-me ", disse ele, acrescentando que o público havia enlouquecido.

 
Visitando seus fãs no hospital...

Em 1956 Elvis visita o Hospital São José em Memphis.

Após seu show em 4 de julho em um parque , alguns fãs de Elvis se acidentaram de carro e ficaram feridos.

Elvis decidiu visitá-los no hospital no dia seguinte.

Chegou com seu cadillac rosa...
 
 
 
Um repórter da imprensa de Memphis ficou sabendo e chegou antes de Elvis no hospital. Ele acabou pedindo a camera para o repórte para vê-la.
 
 
Em 1974, ele soube que um policial perdeu a perna , o pobre rapaz tinha 6 filhos.
Completamente desconhecido do policial, Elvis pagou a fatura do hospital, $ 5000.

na foto há baixo os cheques milionários do REI para caridade




No Natal Elvis ajudou nos preparativos para uma festa em um Orfanato local e ajudou, com outros soldados, a decorar a árvore de Natal na Ray Kaserne.

Os soldados cantaram algumas músicas de Natal e dizem que todos ficaram em silêncio quando Elvis cantou "Silent Night".


Em 17 de fevereiro de 1968, Elvis comprou um Ford Mustang vermelho e o deu de presente ao seu cunhado, irmão de Prscilla em Graceland.



O dono da Concessionária levou o carro pessoalmente à Elvis e o entregou as chaves, Elvis assimou os documentos... como pode ser visto na foto há baixo



e Elvis entrega a carro á seu cunhado como pode ser visto nas fotos há baixo

Em 25 de junho de 1973, um acampamento de verão em Holden, Louisiana, foi roubado por ladrões. Eles roubaram tudo o que não estava fixo no chão.Um jornal local publicou a história no dia 26. Vários outros grandes jornais também publicaram o fato. Quando Elvis leu a história no Cincinnati Post, no dia 28 de junho de 1973, ele ordenou que novos equipamentos fossem adquiridos e enviados para Holden.

Ele reabasteceu completamente o acampamento e inverteu aquela situação infeliz...



Início dos anos 60

Elvis estava passeando ao redor de Memphis com seu amigo Eddie Fadal , quando lembrou que tinha de fazer uma chamada muito importante. Ele checou os bolsos procurando uma moeda de dez centavos, mas não conseguiu encontrar uma. Fadel também não tinha.

Um homem estava andando por ali, e viu os dois homens procurando nos bolsos. Ele deu o dinheiro à Elvis. Elvis fez o telefonema, ele pediu para Fadel seguir o homem e obter o seu nome e endereço para que pudesse devolver o dinheiro e agradecer.
Três semanas depois, o homem recebeu uma carta de agradecimento. Elvis escreveu que queria recompensá-lo por sua boa ação, e assim a hipoteca da sua casa já estava paga na íntegra! O homem estava sem palavras.

Quando ele contou a sua família e amigos a história, ninguém acredita nele. A fim de provar que ele estava dizendo a verdade, ele mostrou a carta de Elvis, juntamente com a escritura de sua casa, silenciando os descrentes
 
Elvis Presley January 16th - 1971 - The Jaycees - Ten Outstanding Young Men of the Nation
 
A extensão da generosidade de Elvis era extensamente conhecida ao longo de sua vida, especialmente nos anos 70.

Um dia em Bel Air, Elvis estava ouvindo rádio e ouviu o diretor de uma clínica de atendimento gratuito pedir ajuda.
 
 

Ele precisava de 5 mil dólares para cobrir dívidas da clínica ou seria forçado a fechá-la. Na manhã seguinte, Elvis visitou a clínica e encontrou-se com o diretor. Ele fez um cheque no valor de 5 mil dólares e entregou para o homem.O doutor ficou surpreso com a visita de Elvis. Era muito bom para ser verdade – Elvis tinha salvo a clínica.

A generosidade de Elvis permitiu que a população pobre daquele bairro, tivesse um atendimento gratuito por mais um bom tempo...
 
Em 6 de janeiro de 1957, durante sua última aparição no "The Ed Sullivan Show", Elvis cantou a musica gospel, "Peace in the Valley", disse a Sullivan, que refletia a preocupação do cantor para os húngaros sobre a "situação após o levante.

Sullivan disse que Elvis queria que as pessoas fizessem doações para ser enviadas para a Hungria.





ELVIS PRESLEY E A GAROTINHA CEGA UMA DAS MAIORES DEMONTRAÇOÉS DE AMOR DO REI

 

Algo nestas imagens que eu não se pode ignorar: Norfolk, 20 de julho de 1975.
Entre uma música e outra, naquela noite, Elvis estava distribuindo seus lenços quando notou uma menina pequena perto da beira do palco. Ao ajoelhar-se, ele então percebeu que ela era cega. Elvis segurou as mãos da criança cega e falou com ela por alguns minutos. A platéia não ouviu o que ele disse pois posicionou o microfone afastado de sua boca. Agora pense sobre isso por um momento. Aqui está ele, o maior artista do mundo, interrompendo o show para falar cara-a-cara com uma menina na platéia. Eu não sei o que ele poderia ter dito a ela, mas tenho certeza de que era algo como que ele seria sempre uma parte importante da vida dela e vice-versa. Não se pode negar os momentos de felicidade, como estas fotos mostram, de como um homem que a saúde pode ter ido em declínio, mas ainda pode ter momentos em que iria tocar e revelar o coração do ser humano que foi, o homem carinhoso gentil. Vemos Elvis ser humano. Vemos o Elvis que todos nós já ouvimos histórias sobre.... E isso é Elvis em Sempre O generoso



DAVE HEBLER também foi um membro do grupo fechado de Elvis e tem muitas historias há contar vamos saber um pouco 

Estavam todos na casa de Monovale Drive na California, primeira visita de Dave a casa de Elvis

Depois de mais um bate papo, Ed Parker calmamente chamou Dave de lado,“Dave, nós temos uma coisinha aqui para discutir, um pequeno problema. Gostaria de saber se você poderia nos dar licença um minuto".

Dave tomou a sugestão óbvia e saiu para uma sala adjacente, ligou uma enorme
televisão a cores fechou a porta e sentou-se tranquilamente enquanto o grupo no interior da outra sala discutia o seu negócio.

“Eu estava sentado,” diz Dave, “quando a porta se abre e Elvis entra.

Ele sorriu e disse, “Dave eu queria saber se você poderia ajudar numa questão.”

"Claro, qualquer coisa,” Dave respondeu. Presley continuou, “Nós temos um problema aqui.”

Dave estava apreensivo, era a segunda vez que ele ouvia a palavra problema.

“Francamente,” diz Dave, “eu pensei que ele tinha problemas com alguns caras ou que alguns caras tivessem ameaçando Elvis, portanto contataram Parker e eu. Eu estava pronto para qualquer coisa.”
Presley guiou por gestos Dave até a porta. “Aqui está o problema...


 
 Presley abriu a porta da frente. Dave esperou com apreensão. Ele ia enfrentar um homem com uma faca ou o que?

“Agora”, disse Presley, apontando para a fila de carros, “este maldito carro está bloqueando a entrada, e queria saber se você pode levá-lo daqui para sempre.”




A mente de Dave deu uma sacudidela. Ele não estava certo do que ouviu. Elvis queria que ele colocasse esse carro para fora, esta Mercedes Benz deslumbrante? Sobre o que ele falava? Presley acenou para Charlie Hodge, pegou o molho de chaves de suas mãos, e depositou-os na palma da mão de Dave. “Vá em frente,” disse ele, “leve-o, man. É seu.”Dave empalideceu. “Sobre o que você está falando? Quero dizer, o que está acontecendo? Perdi alguma coisa?”“É seu, man,” repetiu Presley. “Estou lhe dando este maldito carro. É seu.”
“O que? Você está zombando de mim. É algum tipo de piada? Quero dizer...”



Quando Presley finalmente o convenceu que estava lhe dando uma Mercedes 280 SL de dez mil dólares, Dave se sentia como se tivesse sido atingido por uma machadinha no crânio.“Eu me lembro, que cai em seus braços e o abracei e suspirei, ‘Você quer dizer... Elvis, man, o que posso dizer, você é como uma mãe. Quero dizer, man, Jesus, obrigado. O que posso dizer? Obrigado, obrigado... um milhão de vezes.”Dave se lembra que ele ficou bastante emocionado, e uma lágrima ou duas pode ter escorrido de seus olhos.Com que freqüência alguém visita alguém e sai com um carro de dez mil dólares? Foi um pouco demais para Dave. Elvis agiu como se tivesse doado um clipe de papel. Ele sorriu e disse calmamente, “Ei, man,divirta-se.” Então, ele vagou para dentro e subiu para descansar.

De volta dentro da casa, Dave soube que o carro tinha sido originalmente comprado para Charlie Hodge, mas Presley havia decidido ali em cima da hora dá-lo para Dave, então ele disse a Charlie Hodge...



Arrume a papelada e arranje um novo”, - que significou a compra de um novo carro as três da manhã. Isso assombrou Dave, mas não foi nada para os outros rapazes naquela noite.Charlie Hodge fez uma chamada telefônica para o Sr. Gold, vendedor de Mercedes em Hollywood, e em alguns minutos depois das três da manhã. “Eles o levaram em casa,” diz Dave. “Então, Charlie combinou com Sr. Gold, quero um Mercedes 450 SL imediatamente.”Dave virou-se para Sonny e, ainda confuso, disse, “Sonny veja o que Elvis fez, man? Ele simplesmente me deu uma Mercedes. “Sonny levantou os olhos. Ele não poderia ser julgado se parecia um pouco desligado. Ele tinha visto aquela cena uma dúzia de vezes. Dave olhou interrogativo. O que é isso? Ele pensou. Todos esses caras são loucos? Dois carros, dois carros de luxo, duas Mercedes Bens, todos comprados antes do café da manhã. Isto é uma viajem.
Antes do amanhecer, Charlie Hodge tinha a sua Mercedes nova.



Larry Geller. foi cabeleireiro de Elvis e consultor espiritual e também tem algumas historias com o astro vamos saber um pouco


Larry com O REI em suas ultimas férias em 1977

em 08 janeiro de 1977. Estávamos em Palm Springs na casa de Elvis,


ele estava tendo um momento maravilhoso, despreocupado, ansioso para o próximo ano. Depois que eu terminei de fazer o cabelo no quarto ele colocou o seu terno preto - ele parecia fantástico. Ele virou para mim e disse: "Este é o meu dia, Lawrence, meu aniversário, e eu vou fazer o que quiser. Vamos lá homem, venha assistir!"Ele tinha um grande sorriso em seu rosto quando ele pegou o livro O Profeta e uma pilha de dinheiro, fazendo sinal para eu segui-lo até a sala, onde todos estavam esperando."- Será que todos vocês por favor podem me deixar sozinho com as senhoras, eu quero falar com elas por um tempo."Todos nós da esquerda, deixamos nossas esposas ou namoradas com Elvis. Nos próximos 45 minutos ele leu para eles várias passagens de O Profeta. Então ele disse: "Este é meu aniversário, e o que eu mais quero é dar-lhe um dom." Quando ele entregou a cada um uma nota de cem dólares novo, ele advertiu: "Agora você tem que prometer que gastará isso consigo mesmas , a 'Robinson" é sua loja agora e estará aberta até tarde esta noite só para vocês, eu mandei fazer isso. Ninguém irá lhes incomodar, eu estou mandando um, segurança com vocês. Portanto, todos vocês vão se divertir e para mim isso é meu presente de aniversário. "Então, o que o homem que tem tudo deseja para seu aniversário? Se ele é Elvis ... apenas a alegria de dar aos outros.

por Larry Geller






Esse show foi o show beneficente com Elvis foi para arrecadar dinheiro para as vítimas do Twister em McComb de 09 de janeiro de 1975 . Um total de US $ 113,674.88 foi levantado.

Através da intervenção do governador do Mississippi Bill Waller, o Coliseu foi fornecido gratuitamente para 10.242 pessoas. Elvis e o Coronel também doaram todo o dinheiro arrecadado pela venda de souvenirs para a causa das vítimas do furacão.

Eles ainda pagaram por toda a publicidade e produção para o show (um total de US $ 35.000). Antes do show um cheque de $ 113,674.88 foi apresentado ao governador Waller, que, então, ofereceu a Elvis "foi uma ocasião histórica", comentou Waller "Este é o maior benefício do Estado". Elvis também se reuniu no backstage com o prefeito de McComb John Thompson e outras autoridades públicas.


Início dos anos 60

Elvis estava passeando ao redor de Memphis com seu amigo Eddie Fadal , quando lembrou que tinha de fazer uma chamada muito importante. Ele checou os bolsos procurando uma moeda de dez centavos, mas não conseguiu encontrar uma. Fadel também não tinha.

Um homem estava andando por ali, e viu os dois homens procurando nos bolsos. Ele deu o dinheiro à Elvis. Elvis fez o telefonema, ele pediu para Fadel seguir o homem e obter o seu nome e endereço para que pudesse devolver o dinheiro e agradecer.
Três semanas depois, o homem recebeu uma carta de agradecimento. Elvis escreveu que queria recompensá-lo por sua boa ação, e assim a hipoteca da sua casa já estava paga na íntegra! O homem estava sem palavras.

Quando ele contou a sua família e amigos a história, ninguém acredita nele. A fim de provar que ele estava dizendo a verdade, ele mostrou a carta de Elvis, juntamente com a escritura de sua casa, silenciando os descrentes.


 

Cada ano, durante muitos anos, Elvis deu R $ 1.000 ou mais para cada um dos cinqüenta  instituições de caridade na área próxima a Graceland , mas também continuamente feitas muitas outras doações de caridade em Memphis e em todo o país.



 A maioria dos esforços filantrópicos de Elvis nunca recebeu nenhuma publicidade . Ao longo de sua vida adulta, pelos amigos, pelos familiares e por estranhos , ele silenciosamente pagava as contas do hospital, comprava casas, as famílias apoiadas, quitava dívidas , e muito mais.

O legado de Elvis de generosidade continua através do trabalho da Fundação Elvis Presley Charitable, que é o ramo filantrópico da Elvis Presley Enterprises, Inc. e criador do Fundo de Bolsas Elvis Presley Endowed da Universidade de Memphis. A tradição de dar também continua com o trabalho dos fã-clubes de Elvis em todo o mundo, a maioria das quais estão fortemente envolvidos em obras de caridade em memória de Elvis.
 
GENEROSIDADE SEM ALARDE...Segundo Larry Geller...Uma noite, quando Elvis estava no final de um concerto em South Bend Indiana, ele espontaneamente retirou um anel de diamante de seu dedo e jogou-o ao público aplaudindo freneticamente. Eu estava no palco, ajoelhado ao lado dele atuando como segurança. Por um momento, tudo parecia se mover em câmera lenta, como o anel formou um arco no ar, aterrissando invisível no meio da multidão. Elvis não esperou para ver quem foi sortudo que pegou o presente tão valioso, ele rapidamente se virou no momento em que ele jogou o anel, e saiu do palco.Quando voltamos para seu quarto de hotel, alguém deixou escapar: "Eu não acredito que você fez isso! Esse anel, no valor de 30 mil dólares, foi um de seus favoritos. "

Elvis ainda estava brilhando com o que ele tinha feito. "Bem, eu lhe digo, eu não planejei isso, isso é certo. Foi o que eu senti no momento. Algo dentro de mim me disse que alguém estava em apuros lá fora, que eles precisavam do anel muito mais do que eu. Ei, eu posso comprar todos os anéis que eu quero. Mas quando aquela voz dentro de mim me diz o que fazer, eu sigo, é tão simples assim. "
 
 
 
 
 

Um comentário:

  1. O Criador o abençoou, com a sua voz, com o seu talento, com o seu sorriso, e ele, consciente disso, apenas procurou devolver ou compartilhar as graças que recebeu.Ele era apenas um bom homem.

    ResponderExcluir